MENU

 Revisão >> Revisão das principais matérias do Vestibular
Revisão de Português
 
Morfologia - Parte I

 

Morfologia - Parte I 

Estrutura das Palavras

As palavras são compostas de pequenas partes significativas ( a menor parte indivisível e significativa da palavra), que se chamam morfemas.
Os morfemas podem ser lexicais e gramaticais.

Morfemas Lexicais
Apresentam o sentido básico da palavra e podem ser comuns a várias delas.
Os morfemas lexicais podem ser:

I. Raiz ou Radical
É o elemento irredutível e comum a todas as palavras da família.
estudar estudioso estudei estudante reestudar
Obs.: Palavras que apresentam a mesma raiz ou radical são conhecidas como cognatas.

II. Vogal Temática
É a vogal que prepara a raiz para o recebimento de novos morfemas, como desinências de infinitivo, de tempo e modo, número e pessoa. São de dois tipos:
1. as vogais A, E, O átonas que se ligam ao radical dos nomes sem oposição de gênero:
escola; ponte; ângulo
Observação: nomes terminados em vogal tônica ou consoante não têm vogal temática, são
chamados atemáticos.
sofá / café / caqui / baú / nível / hífen
2. as vogais A, E, I que se ligam ao radical dor verbos, indicando a conjugação a que pertencem:
falar; vender; partir


III. Tema
É o radical acrescido da vogal temática, isto é, preparada para receber as desinências:
Escolar; pontes; angulosidade; falar; vender; partir

IV. Afixos
São morfemas que se unem ao radical, modificando o significado básico, formando, assim, novas palavras. Eles podem ser:
Prefixos : quando colocados antes do radical:
ilegal; desconhecer
2. Sufixos : quando colocados depois do radical:
felizmente; legalidade

Morfemas Gramaticais
Indicam noções puramente gramaticais, como as flexões de gênero e número, modo e tempo.
Dividem-se em:


I. Desinências
São morfemas que aparecem no final da palavra e podem ser nominais ou verbais.
1. Nominais :
a) de gênero: indica o gênero (o "a" de nomes femininos com oposição de gênero):
gato - gata
menina
Observação: o "o" dos nomes masculinos com oposição de gênero chama-se desinência zero.
gato; menino
b) de número: indica o número (o "s" de nomes no plural):
gatos / gatas
meninos / meninas
2. Verbais:
modo-temporal: indica o modo e o tempo:
Cantava: pretérito imperfeito do indicativo
número-pessoal: indica o número e a pessoa:
Cantavas: 2ª pessoa do singular

II. Vogais e Consoantes de Ligação
A ausência da vogal temática pode dificultar a pronúncia e a formação de uma nova palavra.
São usados então fonemas sem, valor significativo, como preparação do radical para o recebimento de novos morfemas:
Gasômetro; cafezal

Formação de Palavras

As novas palavras que surgem na língua são formadas através de vários processos de formação de palavras:

COMPOSIÇÃO - união de duas ou mais palavras que têm vida própria na língua e formam uma nova palavra, com sentido diferente. A composição pode ser:
a) por Justaposição - as palavras são colocadas lado a lado, hifenizadas ou não, sem qualquer alteração fonética:
guarda-chuva; passatempo
b) por Aglutinação - as palavras aglutinam-se e ficam com um só acento tônico, tendo alterada a sua forma:
planalto (plano+alto); aguardente (água+ardente)

DERIVAÇÃO - uma só palavra, com vida própria na língua, participa da formação de um novo termo. À palavra básica se juntam afixos (prefixo e/ou sufixo), muda-se a sua classe gramatical, usa-se parte da palavra, ou eliminam-se fonemas terminativos. A derivação pode ser:
a) Prefixal: feita com acréscimo de prefixos:
infiel; desleal
b) Sufixal - feita com acréscimo de sufixos:
simplesmente; naturalidade
c) Prefixal e Sufixal - a palavra recebe prefixo e sufixo ao mesmo tempo, mas existe na língua apenas com um dos afixos:
infelizmente; deslealdade
d) Parassintética: a palavra recebe prefixo e sufixo, porém não existe na língua apenas com um dos afixos:
enriquecer; espernear
e) Regressiva - a palavra é criada por analogia, reduzindo a palavra primitiva:

- verbos dão origem a substantivos que indicam ação: ataque ( de atacar), embarque (de embarcar), resgate (de resgatar), disputa (de disputar). São chamados substantivos deverbais.
- Nomes que não indicam ação dão origem a verbos: plantar (de planta), telefonar (de telefone)
Obs.: Nomes podem derivar de outros nomes, porque o falante vê a possibilidade de eliminar um sufixo real ou imaginário. Exemplos: boteco ( de botequim), sarampo (de sarampão), bença (de bênção), portuga (de português), asco ( de asqueroso), etc.
f) Imprópria ou Conversão - trata-se de mudança da classe gramatical da palavra, sem lhe alterar a forma:
Comício monstro (substantivo passa a adjetivo).
Falavam alto (adjetivo passa a advérbio).
O cantar é preciso (verbo passa a substantivo).
O não é um advérbio (advérbio passa a substantivo).
Maria Pereira (substantivo comum passa a próprio).


[/IT]
[IT:"Abreviação"]

Abreviação ou Redução - a palavra é usada de forma reduzida.
cine de cinema ( cinema já é redução de cinematógrafo)
pneu (de pneumático)
moto (de motocicleta)
foto (de fotografia)
quilo (de quilograma)
Observações: * há casos em que a forma reduzida passa a ser usada com outro valor, como em foto, que passou a designar a casa comercial: Foto São João
é preciso não confundir abreviação com abreviatura, que é a representação da palavra através de uma ou mais letras: Av. = avenida / Dr. = doutor

Onomatopéia - palavra que imita certos sons:
bem-te-vi
tique-taque
mugir
zunzum

Hibridismo - palavras formadas com elementos provenientes de línguas diferentes:
televisão (grego+latim)
abreugrafia (português+grego)
alcoômetro (árabe+ grego)
burocracia (francês+grego)
zincografia (alemão+grego)
Petrópolis (latim+grego)
Teresópolis (português+grego)
cotonete (inglês+português)

Siglas - palavras formadas por iniciais de títulos:
ONU (Organização das Nações Unidas)
IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística)


Classes de Palavras
São dez as classes de palavras. Seis são variáveis e quatro invariáveis.

Variáveis
1. Substantivo: simples
composto
comum
próprio
concreto
abstrato
primitivo
derivado
coletivo
Adjetivo: 

simples
composto
primitivo
derivado
explicativo
restritivo
pátrio
Pronome: 

pessoal
possessivo
demonstrativo
indefinido
interrogativo
relativo
Verbo: 

regular
irregular
anômalo
auxiliar
defectivo
abundante
pronominal
Artigo: 

definido
Indefinido
Numeral: 

cardinal
ordinal
multiplicativo
fracionário

Invariáveis
1. Advérbio
2. Conjunção
3. Preposição
4. Interjeição


Classes de Palavras


Substantivo

Substantivo é a palavra que designa um ser real ou fictício, um objeto, um lugar, uma ação ou um sentimento. É a palavra, não a matéria ou coisa em si.

Classificação
O substantivo divide-se em:

Substantivo Simples - formado por uma só palavra:
caderno
Substantivo Composto - formado por mais de uma palavra:
guarda-chuva
Substantivo Comum - refere-se a toda uma espécie:
menino
Substantivo Próprio - refere-se apenas a um ser da espécie:
Pedro
Substantivo Concreto - o que tem existência própria:
árvore
Substantivo Abstrato - aquele cuja existência depende de outro ser; trata-se
de ação, qualidade, estado ou sentimento:
pulo; inteligência; alvura; amor
Substantivo Primitivo - o que não tem origem em outro já existente na língua:
livro
Substantivo Derivado - o que tem origem em outro já existente na língua:
livraria
Substantivo Coletivo - nome que, apesar de estar no singular, designa um grupo de seres da mesma espécie.
exército: forças militares de uma nação
legião: de anjos, de demônios
nuvem: de pó, de gafanhotos
orquestra: de músicos
universidade: de faculdades
vara: de porcos

Tipos de Flexão
O substantivo flexiona-se em:
Gênero
Número
Grau.

GÊNERO
Em relação ao gênero, os substantivos podem ser dois:
Substantivos biformes - os que têm uma forma para masculino e outra para feminino:
Substantivos terminados em o fazem o feminino em a:
gatO / gatA
lobO / lobA

Exceções:
galo / galinha
maestro / maestrina
silfo / sílfide
poeta/poetisa


Substantivos terminados em consoante recebem a:
juiZ / juíZA
generaL / generaLA
Exceções:
ator/atriz
imperador /imperatriz
jogral/jogralesa
cerzidor/cerzideira
cantador/cantadeira


Substantivos terminados em ão fazem o feminino:
a) em ã:
cirurgião/cirurgiã
cortesão/cortesã
b) em oa:
pavão / pavOA
tabelião / tabeliOA
c) em ona (os aumentativos):
figurão / figurONA
folião / foliONA
Exceções:
barão / baronesa
lebrão / lebre
perdigão / perdiz
sultão/sultana


Substantivos indicativos de títulos de nobreza ou
dignidades fazem em esa, isa e essa:
barão / baronESA
papa / papISA
abade / abadESSA
conde / condESSA
diácono / diaconISA
cônsul / consulESA
profeta / profetISA
sacerdote / sacerdotISA


Terminados em e fazem o feminino em a:
infante / infantA
gigante / gigantA
presidente / presidentA
parente / parentA
Outras terminações:
avô/avó
compadre/comadre
judeu/judia
herói / heroína
réu / ré
czar / czarina
grou / grua


Substantivos que apresentam radical diferente na forma do feminino são chamados HETERÔNIMOS.
bode/cabra
cavaleiro/amazona
cavalheiro/dama
genro/nora
homem/mulher
padrasto/madrasta
padre/madre


Substantivos que têm mais de uma forma para o feminino:
alcaide: alcaidessa, alcaidina
anfitrião: anfitriã, anfitrioa
castelão: castelã, casteloa, castelona
charlatão: charlatão, charlatona
cônego: cônega, canonisa
deus: deusa, déia, diva
elefante: elefanta, elefoa, aliá
embaixador: embaixadora (a representante diplomática)
embaixatriz (a esposa do embaixador)
ermitão: ermitã, ermitoa
faisão: faisão, faisoa
javali: javalina, gironda
ladrão: ladra, ladrona
pardal: pardoca, pardaloca, pardaleja
prior: priora, prioresa
varão: varoa, virago, matrona
vilão: vilã, viloa


Substantivos que mudam de significado quando mudam de gênero:
o águia (esperto) - a águia (ave de rapina))
o cabeça (chefe) - a cabeça (parte do corpo)
o capital (dinheiro) - a capital (cidade principal)
o grama (unidade de peso) - a grama (relva)
Substantivos usados indiferentemente como masculinos ou femininos:
ágape
aluvião
diabetes
laringe
personagem
suéter

Substantivos uniformes - os que têm uma só forma para masculino e feminino:
Comuns de Dois Gêneros - o gênero é indicado pelo artigo, adjetivo, ou pronome:
o artista/a artista

Sobrecomuns - apresentam uma só forma para masculino e feminino, não variando nem o artigo, adjetivo ou pronome:
o cônjuge
o algoz
o monstro
a pessoa
a testemunha


Epicenos (designativos de certos animais):
a distinção é feita com o auxílio das palavras macho e fêmea:
a águia macho /a águia fêmea
a onça macho /a onça fêmea
o jacaré macho /o jacaré fêmea
o tatu macho /o tatu fêmea


Número
Substantivos Simples

Os terminados em vogal ou ditongo oral recebem s:
capa / capaS
jóquei / jóqueiS
Os terminados em ão fazem o plural:
em ãos
bênção / bênçÃOS
órfão / órfÃOS
mão / mÃOS
b) em ães:
cão / cÃES
capelão / capelÃES
tabelião / tabeliÃES
c) em ões:
balão / balÕES

coração / coraçÕES
leão / leÕES
Observação: há substantivos terminados em ão que admitem mais de uma forma no plural:
aldeão: aldeãos, aldeões e aldeãos
anão: anãos e anões
ancião: anciãos, anciões e anciães
charlatão: charlatões e charlatães
cirurgião: cirurgiões e cirurgiães
corrimão: corrimãos e corrimões
ermitão: ermitãos, ermitães e ermitões
faisão: faisões e faisães
guardião: guardiões e guardiães
hortelão: hortelãos e hortelães
peão: peões e peães
refrão: refrãos e refrães
rufião: rufiães e rufiões
sacristão: sacristãos e sacristães
sultão: sultãos, sultões e sultães
verão: verões e verãos
vilão vilões, vilães e vilãos
vulcão: vulcãos, vulcões e vulcães


Os terminados em al, el, ol e ul trocam o l por is:
arrebol / arrebóIS
paul / pauIS
Exceções:
mal / males
álcool / álcoois
gol / gois ou goles ( atualmente a forma usada é gols)
cal / cales ou cais
mel / méis ou meles
fel / féis ou feles
real (subst.) / réis (atualmente a forma usada é reais, como o adj)
cônsul /cônsules


Os terminados em il:
quando oxítonos trocam o l por s: em
il (anoxítono) trocam o il em eis:
barril / barriS
b) quando anoxítonos trocam o l por eis:
réptil / réptEIS


Os terminados em n recebem s ou es (quase todos admitem mais de uma forma para o plural):
abdômen: abdomenS, abdômenES
hífen: hifenS, hífenES


Os terminados em r e z recebem es:
cor / corES
luz / luzES
xadrez /xadrezES


Os terminados em m trocam m por ns:
nuvem / nuveNS
Observação: o plural de totem é tótemes


Os terminados em s:
quando monossílabos oxítonos recebem s:
ás / asES
adeus / adeusES


quando paroxítonos ou proparoxítonos são invariáveis:
o lápis / os lápis
o ônibus / os ônibus


Os terminados em x são invariáveis:
a fênix / as fênix
o tórax / os tórax
Observações: * há substantivos que são usados apenas no plural:
os arredores
as bodas
as cócegas
os parabéns
os pêsames
os víveres
* há substantivos cujo sentido se modifica no plural:
ar (vento) - ares (aparência, clima)
bem (benefício) - bens (propriedades)
copa (ramagem) - copas (naipe de baralho)
costa (litoral) - costas (dorso)
féria (renda) - férias (repouso)


Substantivos Compostos
Os substantivos compostos não ligados por hífen fazem o plural seguindo as mesmas regras usadas para os substantivos simples:
vaivém / vaivéns
malmequer / malmequeres
Os compostos ligados por hífen apresentam regras especiais para a flexão em número:
Ambos os elementos variam quando formados por classes gramaticais que têm flexão de número.
couve-flor / couves-flores
Observação - se o segundo substantivo determinar o primeiro, dando idéia de forma ou finalidade, apenas o primeiro deve ser flexionada:
Banana-maçã / bananas-maçã
Apenas o primeiro elemento varia quando formados por
substantivo+preposição+substantivo:
pé-de-moleque / pés-de-moleques
Apenas o segundo elemento varia quando formados por:
prefixo+substantivo ou adjetivo:
super-homem / super-homens
pseudo-dentista / pseudo-dentistas
palavra invariável+substantivo ou adjetivo:
sempre-viva / sempre-vivas
verbo+substantivo:
vaga-lume / vaga-lumes
elementos onomatopaicos ou palavras repetidas:
bem-te-vi / bem-te-vis
pisca-pisca / pisca-piscas
compostos com as formas adjetivas grão, grã e bel:
grão-mestre / grão-mestres
bel-prazer / bel-prazeres
Nenhum elemento varia quando são formados por:
verbo+advérbio:
o cola-tudo / os cola-tudo
verbos de sentidos opostos:
o leva-e-traz / os leva-e-traz

GRAU


São dois os graus do substantivo:
AUMENTATIVO - exprime aumento do ser em relação a sua dimensão normal. Pode apresentar-se como:
a) analítico - formado com o auxílio de adjetivos:
casa grande
laranja enorme
sintético - formado com o auxílio de sufixos:
-AÇO : ricaço
-ALHÃO : dramalhão
-ALHO : cabeçalho
-ANZIL : corpanzil
-ÃO : paredão
-ARRA : bocarra
-ARRÃO : homenzarrão
-ASCO : penhasco
-ASTRO : medicastro
-AZ : cartaz
-ÁZIO : balázio
-EIRÃO : vozeirão
-ONA : mulherona
-ORRA : cabeçorra
DIMINUTIVO - exprime diminuição do ser em relação a sua
dimensão normal. Pode apresentar-se como:
a) analítico - formado com o auxílio de adjetivos:
casa pequena
laranja insignificante
sintético - formado com o auxílio de sufixos:
-ACHO : penacho
-CULO : montículo
-EJO : vilarejo
-ELA : viela
-ELHO : rapazelho
-ETE : diabrete
-ETO : poemeto
-ICHO : rabicho
-ICO : veranico
-ILHO : vidrilho
-IM : flautim
-INHO : dedinho
-ISCO : chuvisco
-ITO : cabrito
-OLA : sacola
-OTA : ilhota
-OTE : saiote
-UCHO : papelucho
-ULO : glóbulo
-ZINHO : pincelzinho
-ZITO : cãozito

Adjetivo
Palavra que, sempre relacionada ao nome, atribui-lhe qualidade, propriedade ou estado.
Exemplos de Adjetivos: escola tradicional; flor amarela; menina feliz


CLASSIFICAÇÃO
O adjetivo classifica-se em:

• Explicativo - acrescenta uma característica inerente a todos os seres ou coisas da mesma espécie:pedra dura
leite branco
• Restritivo - atribui uma característica particular ao ser ou à coisa a que se refere:pedra azulada
leite gelado
• Pátrio (ou Gentílico) - indica nacionalidade, origem ou procedência do ser:francês
italiano
O adjetivo felexiona-se em: gênero, número e grau.


Gênero
I. adjetivos uniformes - os que têm uma só forma para masculino e feminino. Geralmente são os terminados em a, e, l, m, r, s, z:
menino/menina otimista; pobre; amável; jovem; superior; simples; feroz
Exceções: espanhol/espanhola; bom/boa; andaluz/andaluza, etc.
II. adjetivos biformes - com uma forma para masculino e outra para feminino:
1. os terminados em O trocam essa terminação por A:
bonito/bonita
2. os terminados em ÊS recebem A e perdem o acento:
inglês/inglesa
os terminados em OR recebem A:
sofredor/sofredora
Exceções - são invariáveis: bicolor
inferior; interior; maior; melhor; menor; multicor; superior, etc.
os terminados em EU trocam essa terminação por ÉIA:
europeu/européia
Exceções: réu/ré; sandeu/sandia; tabaréu/tabaroa, etc.


os terminados em ÃO trocam essa terminação:
a) por Ã:
irmão/irmã
b) por AO:
beirão/beiroa
c) por ONA:
amigão/amigona

 

<<< Voltar

 

 
 Página Principal

Fale Conosco | Anuncie Aqui | Cadastro | Notícias | Home



 

VestibularWeb - O Site de dicas, notícias e novidades de vestibular pra vc! Desde 07/2000

Topo

.