MENU

 Revisão >> Revisão das principais matérias do Vestibular
Revisão de Português
 
Resumo de Fonologia

 

Resumo de Fonologia 

O ALFABETO

O alfabeto português é composto por vinte e três letras:
a-b-c-d-e-f-g-h-i-j-l-m-n-o-p-q-r-s-t-u-v-x-z.

Observações:
1. há cinco vogais: a-e-i-o-u.
2. há dezessete consoantes: b-c-d-f-g-j-l-m-n-p-q-r-s-t-v-x-z.
3. a letra h não é vogal nem consoante, pois não representa nenhum fonema.
4. as letras k, w e y são empregadas em palavras estrangeiras, símbolos e abreviações:
yoga
K=potássio
W.C.(water closet)=banheiro
A série completa das letras é: a-b-c-d-e-f-g-h-i-j-k-l-m-n-o-p-q-r-s-t-u-v-w-x-y-z.

Fonética
A Fonética estuda os sons da fala, sua produção, sua variação, suas transformações. Na fonética, a variação de um som da fala não altera o significado das palavras, afeta apenas a imagem acústica.

Fonema
Fonema é a menor unidade sonora distintiva de uma palavra, pois a simples troca de um fonema por outro acarreta uma nova palavra ou um efeito sonoro sem sentido.
queixa ['keixa] / gueixa ['geixa]
vala ['vala] / fala ['fala]

Fonema e Letra
O fonema é um som registrado pelo ouvido, a letra é a representação gráfica do fonema. Nem sempre o número de letras corresponde ao número de fonemas.
panela - 6 fonemas e 6 letras
filho - 4 fonemas e 5 letras
táxi - 5 fonemas e 4 letras

Tipos de Fonema

Vogais
São os sons mais puros da fala humana, são fonemas produzidos pelo escapamento livre do ar.

Semivogais
São fonemas vocálicos que soam junto com as vogais, pois nunca são centro de sílaba. Na escrita, são representados por -i- e -u-, normalmente; mais raramente por -e- e -o-: cão, céu

Consoantes
São ruídos produzidos pela interferência de alguma barreira (língua, dentes, lábios, alvéolos) à passagem do ar. Diferentemente das vogais, na produção das consoantes, apenas em alguns casos há vibração das cordas vocais.
Como as vogais sempre são centro de sílaba, estes fonemas soam junto das vogais,
"com-soam". Vem daí o nome consoante.

Observações: 1. O fonema /J/ pode ser representado:
pela letra g , como em gelo
pela letra j, como em jato
2. o fonema /S/ pode ser representado:
pela letra s, como em sede
pelas letras ss, como em osso
pela letra c, como em cena
pela letra ç, como em aço
pela letra x, como em próximo
3. o fonema /K/ pode ser representado:
pela letra c, como em cravo
pelas letras qu, como em querer
4. a letra X pode representar quatro fonemas:
o fonema /S/ de sintaxe
o fonema /X/ de xícara
o fonema /Z/ de exemplo
o fonema /KS/ de fixo

Encontros Vocálicos
Seqüência de fonemas vocálicos na mesma sílaba ou em sílabas distintas, sem intermediação de consoante. Os encontros vocálicos podem ser DITONGOS, TRITONGOS ou HIATOS.

Ditongo
Ocorrência de uma vogal e uma semivogal na mesma sílaba. O ditongo podem ser:
crescente - formado por semivogal+vogal: mágoa
decrescente - formado por vogal+semivogal: quando
oral - de natureza oral: véu
nasal - de natureza nasal: avião

Tritongo
Seqüência de três fonemas vocálicos, sem intermediação de consoante (semivogal + vogal + semivogal) na mesma sílaba: Paraguai , enxaguei, saguão

Hiato
É o encontro de vogais em sílabas diferentes: ru-im , a-inda , goi-aba , chei-o

Encontros Consonantais
São grupos formados de fonemas consonantais sem intermediação de vogal. Os encontros consonantais podem ser: perfeito- quando as consoantes ficam na mesma sílaba (são aqueles em que a segunda consoante é l ou r:fru-ta
a-grí-co-la
imperfeito - quando as consoantes ficam em sílabas diferentes:
ar-co
ig-no-rar

DÍGRAFOS
São duas letras que representam um só fonema. Não há como confundir dígrafo com encontro consonantal, uma vez que neste cada letra representa um som.
Os dígrafos podem ser:
Consonantais:
ch: chuva
lh: milho
nh: ninho
gu: guiar
qu: quilômetro
rr: carro
ss: sucesso
sc: oscilar
sç: desça
xc: exceder
Observação: os dígrafos rr, ss, sc, sç e xc ficam em sílabas diferentes.
2. vocálicos:
am/an: campo, manto
em/en: tempo, lento
im/in: limpo, lindo
om/on: pompa, tonto
um/un: comum, mundo

Divisão Silábica
Ao separar sílabas, é preciso lembrar que: a divisão de sílabas é feita pela soletração: ma-ra-ca-nã
as vogais dos hiatos ficam em sílabas diferentes: ba- la-ús-tre
as letras que formam ditongos e tritongos ficam na mesma sílaba: tei-mo-so
as letras dos dígrafos consonantais rr, ss, sc, sç, xc ficam em sílabas diferentes:
ex-ce-ção
as letras dos dígrafos consonantais ch, lh, nh, gu, qu e dos dígrafos vocálicos am, an, em, en, im, in, om, on, um, un ficam na mesma sílaba: ca-cho
as letras dos grupos consonantais perfeitos (cuja segunda consoante é L ou R) ficam na mesma sílaba: blu-sa, cra-vo
Observação: se as consoantes dos grupos BL e BR forem pronunciadas separadamente, ficarão em sílabas diferentes: sub-li-nhar, ad-ro-gar
Obs. : as consoantes internas não seguidas de vogal unem-se à sílaba seguinte:
ad-je-ti-vo
Sílaba
Sílaba é o fonema ou a reunião de fonemas que se pronuncia em um só impulso de voz.
Exemplo:a-bra-ço

Número de Sílabas
De acordo com o número de sílabas, o vocábulo pode ser:
monossílabo – com uma sílaba: fimdissílabo – com duas sílabas: pe- sotrissílabo – com três sílabas: ca-be-çapolissílabo – com mais de três sílabas: pa-tro-cí-nioSílaba Átona e Sílaba Tônica. Sílaba tônica é aquela que se pronuncia com mais intensidade: as outras chamam-se átonas. Conforme a posição da sílaba tônica, os vocábulos que possuem mais de duas sílabas dividem-se em:
oxítonos – com a tonicidade na última sílaba: ta-tuparoxítonos – com a tonicidade na penúltima sílaba: tem-poproparoxítonos – com a tonicidade na antepenúltima sílaba: trá-fi-coMonossílabos Átonos e Tônicos
Monossílabos átonos são os que não têm tonicidade própria:
o, as, um, me, lhe, aos, por, que, etc.
Monossílabos tônicos são os que têm tonicidade própria:
mim, ti, si, pé, nó, é, voz, há, etc.

ACENTUAÇÃO GRÁFICA

Monossílabos:
São acentuados os tônicos terminados em A, E, O seguidos ou não de S:
Pá/pás
Rapé/rapés
Nó/nós
Oxítonos

Recebem acento gráfico os terminados:
em A, E, O seguidos ou não de S:
Cajá/cajás
Café/cafés
Cipó/cipós
em EM/ENS:
Armazém/armazéns

Paroxítonos
Devem ser acentuados quando terminados:
1. em L, N, R, X:
Imóvel, hífen, âmbar, tórax
Observação: não são acentuados os prefixos terminados em R:
Inter, super
2. em Ã(S), ÃO(S), EI(S), I(S), OM(NOS), PS, UM(UNS), US:
ímã/ímãs; órfão/órfãos; jóquei/jóqueis; júri/júris; eléctrom/eléctrons; fórceps; álbum/álbuns
vírus
Observação: não são acentuados os prefixos terminados em I:
Anti, semi
nos encontros vocálicos (são ditongos crescentes) EA, EI, EO, IA, IE, IO, AO, UA, EU, UO:
côdea; pônei; terráqueo; vitória; colégio; amêndoa; água; tênue; contínuo
o primeiro E da terminação EEM (3ª pessoa do plural) dos verbos Crer, Dar, Ler e Ver e seus derivados, com acento circunflexo:
eles crêem
eles dêem
eles lêem
eles vêem

PROPAROXÍTONOS
Todas as palavras proparoxítonas são acentuadas:
fôlego, íntegro, lâmpada, mágica

HIATOS
Devem ser acentuados:
1. o I e o U tônicos, quando formam hiato com a vogal anterior, seguidos ou não de S:
sa-í-da
ba-ú
a-te-ís-mo
ba-la-ús-tre
Observações: a) não é acentuado o I tônico que antecede NH:
rainha
b) não são acentuados o I e o U tônicos da base dos
ditongos IU e UI:
atraiu; pauis
o penúltimo O fechado do hiato OO, seguido ou não de S:
magôo; vôos

DITONGOS
São acentuadas as vogais E e O, tônicas e abertas, dos ditongos
EI, EU,OI:
centopéia; chapéu; jóia

TREMA
O trema é colocado sobre o U dos grupos GUE, GUI, QUE, QUI,quando é pronunciado e aberto: lingüeta; lingüiça; freqüente; tranqüilo
Observações: a) o emprego do trema é facultativo quando é facultativa a pronúncia do U: sanguíneo ou sangüíneo
b) quando, além de ser pronunciado, o U também for tônico, deve receber acento agudo: averigúe
c) antes de A e O o U é sempre pronunciado: quanto
d) o U que recebe trema é uma semivogal, portanto é sempre átono: cinqüenta

ACENTO DIFERENCIAL
Recebem acento agudo diferencial:
ás(substantivo) diferenciando de as(artigo)
pára (verbo) diferenciando de para(preposição)
péla(s) (verbo) diferenciando de pela(preposição+artigo)
pélo (verbo) diferenciando de pelo(preposição+artigo)
pólo(s) (substantivo) diferenciando de polo(preposição+artigo)

Recebem acento circunflexo diferencial:
côa (verbo) diferenciando de coa(preposição+artigo)
pêlo(s) (substantivo) diferenciando de pelo(preposição+artigo)
pêra (substantivo) diferenciando de pera(artigo antigo)
pôde (verbo-pret.perf.) diferenciando de pode (verbo-presente)
pôr (verbo) diferenciando de por (preposição)
porquê (substantivo) diferenciando de porque (conjunção)
quê (em final de frase) diferenciando de que (conj. ou pron.)
têm (verbo-3ª pes.pl.) diferenciando de tem (verbo-3ªpes.sing.)
vêm (verbo-3ªpes.pl.) diferenciando de vem (verbo-3ªpes.sing.)

Divisão Silábica
Ao separar sílabas, é preciso lembrar que:
a divisão de sílabas é feita pela soletração:
ma-ra-ca-nã
as vogais dos hiatos ficam em sílabas diferentes:
ba- la-ús-tre
as letras que formam ditongos e tritongos ficam na mesma sílaba:
tei-mo-so
as letras dos dígrafos consonantais rr, ss, sc, sç, xc ficam em sílabas diferentes:
ex-ce-ção
as letras dos dígrafos consonantais ch, lh, nh, gu, qu e dos dígrafos vocálicos am, an, em, en, im, in, om, on, um, un ficam na mesma sílaba:
ca-cho
as letras dos grupos consonantais perfeitos (cuja segunda consoante é L ou R) ficam na mesma sílaba:
blu-sa, cra-vo
Observação: se as consoantes dos grupos BL e BR forem pronunciadas separadamente, ficarão em sílabas diferentes: sub-li-nhar, ad-ro-gar
Obs. : as consoantes internas não seguidas de vogal unem-se à sílaba seguinte:
ad-je-ti-vo

Ortografia
Parte da gramática que cuida da correta grafia das palavras.
Vejamos alguns artifícios que podem ser úteis.

Emprego do S
1.O fonema /Z/ será grafado com "S" depois de ditongo:
louSa paiSagem maiSena SouSa
2.Os sufixos "OSO/OSA" (cheio de...) devem ser grafados com "S":
charmoSa dengoSa venenoSa raivoSo
3.Os sufixos "ESA / ISA / ESSA", formadores de femininos, são grafados com "S"
baroneSa condeSSa duqueSa papiSa
4.Todas as flexões dos verbos "QUERER / PÔR’’quiS puS puSer quiSeSSe uSei
5.Nos grupos "IST / UST"
miSto juSto ciSTo juSto
6. São grafadas com "S" palavras indicadoras de origem, nacionalidade, posição social ou título, derivadas de substantivos.
cortÊS (corte) burguÊS (burgo)
pequinÊS (Pequim) camponÊS (campo)
japonÊS (Japão) paranaENSE (Paraná)
javanÊS botucatuENSE
7. Grafam-se com S palavras derivadas de verbos terminados em nDER,nDIR e com SS derivadas de verbos terminados em DER ,DIR .
pretenSão (pretender) regreSSão (regredir)

Emprego do Z
1. Verbos em "ISAR" são grafados com "S" apenas quando a palavra primitiva apresentar a seqüência IS + VOGAL.
Caso não apresente essa seqüência, o verbo será grafado com "Z"
encamISAr (camISA) pesquISAr (perquISA)
amenIZAr (ameno) cicatrIZAr (cicatrIZ)
catequIZAr (catequESE) batIZAr (batISMo)
2. São grafados com - Z - substantivos abstratos derivados de adjetivos:
viuveZ (viúvo) estupideZ (estúpido)
beleZa (belo) pequeneZ (pequeno)
3. Quando houver a correlação - Z / C / Ç -
feliZ (feliCidade) aZedo (áCido)
veloZ (veloCidade) preZar (preÇo)

Emprego do - C e do Ç
1. Depois de ditongo, o fonema sibilante será grafado com - C / Ç-
coiCe feiÇão traiÇão foiCe
2. Quando houver a correlação - T / C / Ç -
absorÇão (absorto) canÇão (canto)
exceÇão (excetuar) marCiano (Marte)
3. Nos sufixos - AÇO / IÇO / UÇO -
caniÇo ricaÇo dentuÇo
4. Derivados de verbos terminados em - TER / DIR / MIR -, quando tais terminações não desaparecem
retenÇão (reter) adiÇão (adir)
remiÇão (remir) abstenÇão (abster).

Emprego do X
1. Depois de ditongo, o fonema chiado deve ser grafado com - X -
ameiXa baiXo trouXa peiXe
Obs.: cauCHo recauCHutar
 2. Depois da inicial - EN - usamos - X -
enXaqueca enXoval enXurrada - exceção (enCHova)
 Obs.: Se a palavra for derivada de outra que já apresente - CH -, este se conserva
enCHarcar (charco) enCHente (cheio)
enCHapelar (chapéu) enCHouriçar (chouriço)
 3. Depois da inicial - ME -, o som chiado será grafado com - X -
meXerica meXer meXilhão MéXico
 Obs.: meCHa e derivados (mechagem, mechado...) e meCHoação
 4. Depois da vogal - E -, o fonema / Z / será grafado com - X -
eXato eXemplo eXagero
 5. Em vocábulos de origem tupi, africana ou árabe:
Xavante abacaXi EreXim

Emprego do J
1. Nos vocábulos de origem tupi, africana ou árabe: Jibóia moJi Jia alforJe
Cuidado: viagem( substantivo), viajem( verbo)

Emprego do G
1. Nas terminações - ÁGIO, - ÉGIO, - ÍGIO, - ÓGIO, - ÚGIO:
adáGIO colÉGIO vestÍGIO relÓGIO refÚGIO
2. Nos verbos em - GER e - GIR
eleGER fuGIR proteGER
3. Nas terminações de substantivos em - GEM -
folhaGEM vertiGEM ferruGEM

Emprego do E e do I
1. Os ditongos nasais /ãy/ e /õy/
pÕE cÃEs mÃE
OBS.: /UY/ (nasal) apenas em MUITO
2. Verbos terminados em – AIR - OER - e - UIR - apresentam flexões em - i -; verbos terminados em - UAR - e - OAR - apresentam flexões em - E -corrÓI possUI continUE ensabOE

Emprego do H
O -H- inicial só é usado quando justificado pela origem da palavra.
hábil hesitar homem harmonia habitar história
2. O -H- inicial é eliminado quando a palavra recebe um prefixo: inábil desarmonia
O -H- inicial permanecerá nas palavras compostas unidas por hífen:
Super-homem pré-história
O -H- é empregado no final de algumas interjeições: ah! oh!

ACENTUAÇÃO GRÁFICA

Monossílabos:
São acentuados os tônicos terminados em A, E, O seguidos ou não de S:
Pá/pás
Rapé/rapés
Nó/nós
Oxítonos

Recebem acento gráfico os terminados:
em A, E, O seguidos ou não de S:
Cajá/cajás
Café/cafés
Cipó/cipós
em EM/ENS:
Armazém/armazéns

Paroxítonos
Devem ser acentuados quando terminados em L, N, R, X:
Imóvel, hífen, âmbar, tórax
Observação: não são acentuados os prefixos terminados em R: Inter, super
2. em Ã(S), ÃO(S), EI(S), I(S), OM(NOS), PS, UM(UNS), US:
ímã/ímãs; órfão/órfãos; jóquei/jóqueis; júri/júris; eléctrom/eléctrons; fórceps; álbum/álbuns; vírus
Observação: não são acentuados os prefixos terminados em I: Anti, semi
nos encontros vocálicos (são ditongos crescentes) EA, EI, EO, IA, IE, IO, AO, UA, EU, UO: côdea; pônei; terráqueo; vitória; colégio; amêndoa; água; tênue; contínuo
o primeiro E da terminação EEM (3ª pessoa do plural) dos verbos Crer, Dar, Ler e Ver e seus derivados, com acento circunflexo:
eles crêem
eles dêem
eles lêem
eles vêem

PROPAROXÍTONOS
Todas as palavras proparoxítonas são acentuadas: fôlego, íntegro, lâmpada, mágica

HIATOS
Devem ser acentuados:
1. o I e o U tônicos, quando formam hiato com a vogal anterior, seguidos ou não de S:
sa-í-da
ba-ú
a-te-ís-mo
ba-la-ús-tre
Observações: a) não é acentuado o I tônico que antecede NH:
rainha
b) não são acentuados o I e o U tônicos da base dos ditongos IU e UI:
atraiu
pauis
o penúltimo O fechado do hiato OO, seguido ou não de S: magôo, vôos

DITONGOS
São acentuadas as vogais E e O, tônicas e abertas, dos ditongos EI, EU,OI:
centopéia
chapéu
jóia

TREMA
O trema é colocado sobre o U dos grupos GUE, GUI, QUE, QUI, quando é pronunciado e aberto:
lingüeta
lingüiça
freqüente
tranqüilo
Observações: a) o emprego do trema é facultativo quando é facultativa a pronúncia do U: sanguíneo ou sangüíneo
b) quando, além de ser pronunciado, o U também for tônico, deve receber acento agudo: averigúe
c) antes de A e O o U é sempre pronunciado: quanto
d) o U que recebe trema é uma semivogal, portanto é sempre átono: cinqüenta

ACENTO DIFERENCIAL
Recebem acento agudo diferencial:
ás(substantivo) diferenciando de as(artigo)
pára (verbo) diferenciando de para(preposição)
péla(s) (verbo) diferenciando de pela(preposição+artigo)
pélo (verbo) diferenciando de pelo(preposição+artigo)
pólo(s) (substantivo) diferenciando de polo(preposição+artigo)
Recebem acento circunflexo diferencial:
côa (verbo) diferenciando de coa(preposição+artigo)
pêlo(s) (substantivo) diferenciando de pelo(preposição+artigo)
pêra (substantivo) diferenciando de pera(artigo antigo)
pôde (verbo-pret.perf.) diferenciando de pode (verbo-presente)
pôr (verbo) diferenciando de por (preposição)
porquê (substantivo) diferenciando de porque (conjunção)
quê (em final de frase) diferenciando de que (conj. ou pron.)
têm (verbo-3ª pes.pl.) diferenciando de tem (verbo-3ªpes.sing.)
vêm (verbo-3ªpes.pl.) diferenciando de vem (verbo-3ªpes.sing.)

 

<<< Voltar

 

 
 Página Principal

Fale Conosco | Anuncie Aqui | Cadastro | Notícias | Home



 

VestibularWeb - O Site de dicas, notícias e novidades de vestibular pra vc! Desde 07/2000

Topo

.