MENU

 Revisão >> Revisão das principais matérias do Vestibular
Revisão de Biologia
 
Poríferos

 

PORÍFEROS (esponjas)

Do latim: porus = poro
              ferre = possuir, apresentar

Pluricelulares, sésseis (incapazes de movimento,  diblásticos, assimétricos ou com simetria radial).
Não há formação de órgãos;
Parazoários (seu desenvolvimento embrionário é bastante diferente dos demais metazoários);

HABITAT

São aquáticos, predominantemente marinhos; ficam fixados em rochas ou no solo marinho.
Apenas a família Spongillidae vive na água doce; formam colônias.  

TIPOS MORFOLÓGICOS  DE ESPONJA

São de três tipos: Ascon, Sycon e Leucon.

ESTRUTURA DE UMA ESPONJA ASCON

Uma esponja simples apresenta a forma de um vaso (possui um orifício chamado ósculo, uma cavidade central chamada átrio ou espongiocele); toda superfície lateral possui aberturas chamadas poros.

ESQUELETO

Possuem um esqueleto interno (endoesqueleto) formado por espículas (silicosas e calcárias);
O esqueleto mineral (espículas) surge a partir de células denominadas escleroblastos ou esclerócitos;
O esqueleto orgânico surge a partir de células denominadas espongioblastos ou espongiócitos;  

TEGUMENTO

 Externamente: o corpo é revestido por células achatadas chamadas pinacócitos. A parede interna é formada por células flageladas de coanócitos.

ALIMENTAÇÃO E DIGESTÃO

 As esponjas são animais filtradores, se alimentam de pequenas partículas capturadas pelos coanócitos, estes que se encarregam de realizar a digestão intracelular. A cavidade atrial não tem função digestiva.

RESPIRAÇÃO 

São aeróbios, as trocas gasosas ocorrem por difusão.

SECREÇÃO  

As substâncias a serem excretadas são lançadas por difusão na água circulante.

CIRCULAÇÃO

 Só há circulação de água. Esta conduz oxigênio, alimentos, espermatozóides, para o interior do corpo e transporta para fora os resíduos.

REPRODUÇÃO

Assexuada: por brotamento, gemulação e regeneração.
Sexuada: envolve espécies monóicas e dióicas. Não há gônadas, mas os gametas se formam a partir de células indiferenciadas presentes na parede corporal.
A fecundação é interna, cruzada. Desenvolvimento indireto, com larvas ciliadas natantes (anfiblástula e parenquímula). 

PRINCIPAIS CÉLULAS ENCONTRADAS NA ESPONJA E SUAS FUNÇÕES

Pinacócitos: células achatadas de revestimento externo / interno;
Coanócitos: células flageladas, dotadas de um colarinho, que captam, englobam e digerem alimentos. Participam ainda na movimentação da água e no transporte de espermatozóides;
Porócitos: células perfuradas, formadoras de poros;
Miócitos: células contráteis;
Arqueócitos: células indiferenciadas, capazes de se transformar em outros tipos de células;
Amebócitos: células que se movimentam por pseudópodes, participando do transporte de substâncias, defesa, excreção, etc. São capazes de formar outros tipos de celulares;
Gonócitos: formadores de gametas;

CLASSIFICAÇÃO

Há três classes, tomando como base o tipo esquelético.

CLASSE CALCAREA

Esponjas de esqueleto formado por espículas calcárias.

CLASSE HEXACTINELLIDA

Esponjas de esqueleto formado por espículas silicosas.  

CLASSE DEMOSPONGIAE 

Esponjas de esqueleto formado por espículas silicosas, por espongina ou pelos dois componentes.
Os poríferos são animais aneuromiários (não possuem sistema nervoso nem muscular)
Invertebrados fixos, diploblásticos, sem órgãos, com digestão exclusivamente intracelular, com larvas ciliadas livre-natantes;

 

<<< Voltar

 

 
 Página Principal

Fale Conosco | Anuncie Aqui | Cadastro | Notícias | Home



 

VestibularWeb - O Site de dicas, notícias e novidades de vestibular pra vc! Desde 07/2000

Topo

.